04/09/2021 / Ramon Cardoso

Esporte

Gurias rubro-verdes goleiam o Juventude em amistoso preparatório ao Gauchão

O encerramento da terceira semana de pré-temporada do Brasil Feminino (veja na foto acima, de Ramon Cardoso/Jornal Informante) foi com um amistoso contra o Juventude, nas Castanheiras, já para entrar em ritmo de Gauchão. As gurias rubro-verdes foram superiores às alviverdes, dominaram o confronto e venceram por goleada nesta sexta à noite.
O placar foi aberto aos 23 minutos, com a atacante Bianca. A zaga do Ju saiu mal, rifou a bola, ela sobrou para Yasmin, a lateral esquerda que atuou como uma meia/ponta, já que Duda fez a função defensiva. Ela tocou para a recém-chegada meia Bruna que pifou Bianca. Ela deslocou de canhota a goleira alviverde para abrir o marcador. No final do 1º tempo, Bruna foi lançada à frente, entrou na área em velocidade e só rolou para Yasmin empurrar para as redes e fazer o 2 a 0, placar do intervalo.
No retorno, o técnico Rodrigo Ramos aproveitou para fazer muitas mudanças e dar ritmo de jogo às atletas. Logo aos 2 minutos, a centroavante Pâmela, que havia entrado no intervalo, lançou a lateral/ponta Fran Barbosa que ganhou da zaga na velocidade e chutou na saída da goleira do Juventude para transformar a vitória em goleada.
A meia Luana acabou expulsa por uma falta aos 10 minutos. De amarelo, mas como tinha recebido o primeiro na etapa inicial, indevidamente em um lance que sequer foi falta, levou o vermelho. O Brasil se fechou e explorou os contra-ataques. Esteve muito mais perto de fazer o quarto do que o Ju de descontar. No final, o marcador ficou mesmo em 3 a 0.
Foram muitos os destaques: Letícia mostrou a segurança habitual na zaga, Yasmin e Barbosa a intensidade de sempre, Isa Bahia jogou demais como volante, foi o cão de guarda da defesa, e teve a companhia de Laysa, que entrou bem no intervalo e ajudou no ferrolho à frente da zaga depois que o Brasil ficou com uma atleta a menos em campo, Pâmela ficou entre as linhas, fez pivôs e lançamentos precisos, mas Bruna foi o grande destaque com duas assistências para gol e muito volume de jogo. Recém-contratada, mostrou suas credenciais. A meia clássica que deu dinâmica à equipe.
"Fiquei satisfeito com o desempenho, até mesmo pelo pouco tempo de trabalho. Agradou muito a vontade, o espírito de competição. Claro que ainda falta o entrosamento, até porque muitas gurias estão chegando agora ao time, mas tivemos tempo de bola, jogo compactado, saída rápida nos contra-ataques, bola aérea ofensiva. Me agradou muito", destacou Ramos. 
A equipe farroupilhense está no Grupo A do estadual, ao lado de Grêmio, Guarany de Bagé e Pelotas. O Juventude está no Grupo B, junto com Internacional, Elite de Santo Ângelo e Flamengo de Tenente Portela. O Brasil faz a estreia no Gauchão no próximo dia 19, contra o Grêmio, no Vieirão, em Gravataí. As equipes jogam dentro de cada grupo, em turno e returno e, ao final das seis rodadas, as duas melhores avançam às semifinais (1º de A x 2º de B e 1º de B x 2º de A), realizada em partidas de ida e volta. A decisão de 3º lugar e a final são disputadas em jogo único. Mais sobre as gurias rubro-verdes você confere na Editoria de Esporte da Edição 705 do Jornal Informante, que circula na próxima sexta.  

 

Compartilhe

Veja Também:

Coração e raça: Brasil está classificado às quartas da Segundona

O duelo, como se imaginava, foi muito brigado, peleado, truncado, com muito mais transpiração do que inspiração. O Brasil foi a campo neste domingo à tarde, nas Castanheiras, necessitando da vitória diante o Igrejinha para se classificar ao mata-mata da Segundona. O rival, por sua vez, tinha um sério risco de queda e, para não depender de terceiros, necessitava vencer.
Até mesmo por isso, o Igrejinha não ficou atrás. Mesmo assim, o confronto não foi franco. Foi de supremacia dos setores defensivos sobre os ofensivos. E as chances, nem eram chances, pois foram criadas a partir de faltas e escanteios....

18/10/2021 / Ramon Cardoso

Gurias rubro-verdes vencem novamente o Pelotas e praticamente selam classificação à semifinal

O Brasil Feminino não teve uma grande performance diante do Pelotas, neste domingo pela manhã, nas Castanheiras, mas o que valeu foram os três pontos e o fato da equipe não ter levado cartões, que é um dos critérios de desempate em caso de igualdade em pontos e vitórias. As gurias rubro-verdes chegaram aos 9 pontos e estão virtualmente classificadas à semifinal da competição estadual.
Sem a zagueira Joyce, lesionada, o técnico Fernando Varani promoveu alterações no time titular. A volante Bahia voltou à zaga, Laysa passou a atuar mais recuada, como única volante, e ...

17/10/2021 / Ramon Cardoso