06/06/2021 / Ramon Cardoso

Esporte

Gurias rubro-verdes dominam duelo, mas perdem para Chape e estão fora da A2

Em sua melhor performance na Série A2, o Brasil Feminino (foto acima, de Leonardo Antunes/SERC Brasil) acabou não confirmando sua superioridade e, com a derrota para a Chapecoense, neste domingo à tarde, no CT Água Amarela, em Chapecó, deu adeus à competição nacional. A equipe farroupilhense não tem mais chances de classificação e se despede da disputa em confronto contra o líder Vasco da Gama, no dia 18, nas Castanheiras.
Logo no início, Samira aproveitou um rebote da defesa farroupilhense e abriu o marcador para o time de Chapecó. O gol fez as mandantes recuarem e, aos poucos, as gurias rubro-verdes começaram a tomar conta do jogo, mas paravam no posicionado sistema defensivo catarinense. Após boa troca de passes, a meia atacante Bianca finalizou aos 11 minutos, obrigando Sinara a espalmar para escanteio.
Aos 23 minutos, a melhor chance para o Brasil. Em falta na meia lua da grande área, a meia Luana chutou por cima. A Chape pouco ameaçou e chegou ao gol farroupilhense apenas aos 37 minutos. A atacante Carla, a mais perigosa no sistema ofensivo da rival, avançou área adentro e parou na boa saída da goleira Bina. Até o intervalo, um jogo morno, com muita disputa no meio campo e vantagem parcial da Chape.
Na volta dele, o técnico Alê Menezes realizou duas trocas. Deixaram o campo a atacante Rhayssa (foto abaixo, de Liamara Polli) e a meia atacante Bianca para o ingresso da atacante Marina e da meia Fran Gaúcha. O rubro-verde farroupilhense passou a ter mais volume de jogo, mas o gol saiu independente da situação. A volante Bruninha interceptou uma saída de bola do time catarinense e ela sobrou para Fran Barbosa, que atuou como meia atacante.
Ela chutou de canhota, do bico da grande área, e a bola encobriu a goleira Samira: 1 a 1 aos 2 minutos em um golaço. O duelo ficou mais franco. O Brasil começou a pressionar em busca da virada, com a Chape explorando os contra-ataques. Aos 18 minutos, em um deles, Carla obrigou Bina a nova grande defesa e, na resposta, Yasmin Tanque acionou Fran Barbosa que mandou uma paulada de canhota, com a bola explodindo na trave do time catarinense.
A virada parecia estar desenhada para o Brasil. Aos 27 minutos, Fran Gaúcha retomou uma bola e ela sobrou para Luana que, da meia lua, finalizou por cima. No minuto seguinte, após uma falta rebatida por Fran Barbosa, a zaga farroupilhense não saiu e acabou deixando a zagueira Izabel em condição legal. Ela recebeu na meia lua da grande área e chutou no ângulo de Bina para decretar o 2 a 1 em favor da Chape.
Luana deixou o campo e Alê colocou a meia atacante Greyce em seu lugar. Porém, a equipe catarinense tratou de se fechar e diminuir os espaços do Brasil. As gurias rubro-verdes lutaram muito em busca de nova igualdade. O técnico farroupilhense ainda promoveu a troca da lateral Tai por Adri e de Cíntia por Isa na zaga, mas não havia mais tempo para reagir e a vitória ficou mesmo com a Chapecoense.
Com o resultado, o Brasil está eliminado da Série A2, já que só pode chegar a 4 pontos. O Vasco da Gama, que venceu a Ponte Preta por 1 a 0, no Nivaldão, em Nova Iguaçu, chegou aos 12 pontos, com a Macaca estacionada nos 3, está classificado, bem como o Athletico, que venceu o América-MG por 1 a 0, no CT do Caju, em Curitiba, e chegou aos 9 pontos, deixando as coelhas com 4, mesma pontuação da Chape. O Brasil ficou na lanterna com 1.
A rodada final do Grupo F do Brasileirão Série A2 acontece no próximo dia 18, uma sexta, com todos os jogos sendo disputados às 16h30min. As gurias rubro-verdes recebem as cruz-maltinas nas Castanheiras, a Ponte encara o Athletico no Moisés Lucarelli, em Campinas, e o América-MG duela contra a Chapecoense, em Belo Horizonte.

Compartilhe

Veja Também:

Brasil apresenta comissão técnica para a Segundona

A cinco semanas do início da Segundona Gaúcha, a Sociedade Esportiva, Recreativa e Cultural (SERC) Brasil apresentou, com a presença do presidente Elenir Bonetto, neste sábado à tarde, no Estádio das Castanheiras (veja mais na foto acima, de Ramon Cardoso/Jornal Informante), a comissão técnica para a competição estadual.
A novidade ficou por conta do preparador físico Moacir Alves, que teve passagens por Caxias, Lajeadense e Glória. Os demais integrantes já são velhos conhecidos do torcedor rubro-verde: o técnico Alê Menezes, que vai para sua terceira temporada à fr...

10/07/2021 / Ramon Cardoso

Valeu demais, gurias rubro-verdes !!!

Claro que o objetivo era vencer, classificar e seguir no Brasileirão Série A2, mas todos hão de convir que a dificuldade era imensa. O Brasil Feminino caiu no Grupo F, o único com três times de Série A e dois de B do profissional. O maior investimento acabou pesando e a equipe farroupilhense se despediu nesta sexta de sua segunda aparição em uma competição nacional.
O duelo contra o Vasco da Gama, nas Castanheiras, começou com uma grande chance para o time farroupilhense. A meia atacante Rhayssa lançou a centroavante Yasmin Tanque que, do bico da área, tentou o ângulo da goleira Claudice...

19/06/2021 / Ramon Cardoso