28/07/2017 / Ramon Cardoso

Esporte

Apahand/UCS/Farroupilha perde no detalhe para o UnC Concórdia, na estreia da Liga Nacional

Retornando à ativa no cenário brasileiro, após um ano de ausência, a Apahand/UCS/Farroupilha fez sua estreia na Liga Nacional de Handebol Feminino nesta quinta, jogando diante da UnC Concórdia, no Ginásio da Universidade do Contestado, na cidade do interior catarinense. Em uma partida cheia de alternativas, o time rival levou a melhor no fim, mas foi um jogaço. 
As mandantes começaram com tudo e chegaram a abrir 6 a 1 no placar. Aos poucos, a Apahand equilibrou as ações e passou a controlar a partida. Tanto que no encerramento do período inicial terminou vencendo por 15 a 12. Apoiada pela torcida, a UnC Concórdia empatou, passou à frente e no final venceu por 25 a 24. A goleadora da partida foi Thayanne Nogueira, responsável pela metade dos gols da Apahand no confronto.
"Nosso investimento é quase a metade do deles, mas mesmo assim quase conseguimos sair com a vitória. Não teremos muito tempo para ajustes para o duelo contra a Abluhan, em Blumenau. Respeitamos a equipe deles, que ficou na 3ª posição no ano passado e tem o atual técnico da Seleção Brasileira (Sérgio Graciano, que está há 11 anos em Blumenau), mas vamos em busca da vitória porque precisamos somar pontos fora de casa se quisermos chegar à classificação", destacou o técnico Gabriel Citton (na foto acima, de Isabel Spies, comandando o time durante um pedido de tempo na partida desta quinta). 
A Apahand permanece em Concórdia nesta sexta e amanhã, sábado, inicia deslocamento às 16h30min rumo a Blumenau, com chegada prevista à cidade do norte catarinense por volta das 23h. O confronto contra a Abluhand está marcado para o domingo, às 17h, no Centro Esportivo do Sesi. O time farroupilhense retorna à Serra Gaúcha logo após o confronto e terá uma sequência de três duelos como mandante, contra Guarulhos (13 de agosto), Maringá (19 de agosto) e São Bernardo/Unip (11 de setembro), todos os duelos acontecendo no Ginásio Poliesportivo da Universidade de Caxias do Sul (UCS). 
A Conferência Sul/Sudeste, onde está a Apahand, é considerada a mais forte da competição nacional. As oito equipes jogam entre si, em turno único, e as quatro melhores asseguram passagem ao pentagonal semifinal da disputa. Mais sobre a participação da Apahand em nosso site, o www.jornalinformante.com.br, e a cobertura da participação da equipe farroupilhense na Liga Nacional nas Edições impressas do Jornal Informante, que circulam às sextas.

Compartilhe

Veja Também:

Valeu demais, gurias rubro-verdes !!!

Claro que o objetivo era vencer, classificar e seguir no Brasileirão Série A2, mas todos hão de convir que a dificuldade era imensa. O Brasil Feminino caiu no Grupo F, o único com três times de Série A e dois de B do profissional. O maior investimento acabou pesando e a equipe farroupilhense se despediu nesta sexta de sua segunda aparição em uma competição nacional.
O duelo contra o Vasco da Gama, nas Castanheiras, começou com uma grande chance para o time farroupilhense. A meia atacante Rhayssa lançou a centroavante Yasmin Tanque que, do bico da área, tentou o ângulo da goleira Claudice...

19/06/2021 / Ramon Cardoso

Gurias rubro-verdes dominam duelo, mas perdem para Chape e estão fora da A2

Em sua melhor performance na Série A2, o Brasil Feminino (foto acima, de Leonardo Antunes/SERC Brasil) acabou não confirmando sua superioridade e, com a derrota para a Chapecoense, neste domingo à tarde, no CT Água Amarela, em Chapecó, deu adeus à competição nacional. A equipe farroupilhense não tem mais chances de classificação e se despede da disputa em confronto contra o líder Vasco da Gama, no dia 18, nas Castanheiras.
Logo no início, Samira aproveitou um rebote da defesa farroupilhense e abriu o marcador para o time de Chapecó. O gol fez as mandantes recuarem e, aos poucos, a...

06/06/2021 / Ramon Cardoso