14/11/2017 / Ramon Cardoso

Cidade

Uma força-tarefa em prol do Hospital São Carlos

Por iniciativa do vereador Jonas Tomazini (PMDB), a Câmara da Indústria, Comércio, Serviços e Agronegócio (CICS) de Farroupilha criou uma comissão (foto acima, de Ramon Cardoso/Jornal Informante), capitaneada pelo secretário Elói Pellizzari, que busca fazer com que Pessoas Físicas e Jurídicas da cidade destinem recursos do Nota Farroupilha ao Hospital Beneficente São Carlos (HBSC), por meio de créditos provenientes de notas fiscais de serviços prestados por empresas farroupilhenses. É possível a destinação de até 30% para pessoas físicas e de até 5% para jurídicas, dos valores do ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza). 
Para isso, é necessário o cadastro prévio no site da prefeitura, pelo www.farroupilha.rs.gov.br e clicar no ícone Nota Farroupilha, o primeiro na coluna Divulgação, situado logo abaixo do Portal da Transparência. Basta clicar no ícone "Acessar o Sistema", digitar o número do Cadastro da Pessoa Física (CPF) ou Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), escolher uma senha e verificar se há créditos proveninentes por solicitação de nota fiscal na prestação de serviços. A partir do dia 1º de dezembro será possível escolher uma entidade que pode receber os recursos e a campanha desencadeada pela comissão junto à CICS busca sensibilizar a comunidade para que destine esses valores para o HBSC, que é uma das habilitadas a contar com o montante. O prazo para destinação dos valores à Casa de Saúde se estende até o dia 20 de dezembro.
Criada em 2011, na época em que Jonas era secretário de Finanças, o objetivo inicial da Nota Farroupilha era proporcionar o abatimento de valores no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Vale destacar que o desconto ainda pode ser feito no Imposto, mas devido à grave situação financeira do São Carlos, há um apelo para que os recursos sejam revertidos à instituição hospitalar. A estimativa é de que os valores ao ano giram em torno de R$ 250 a R$ 300 mil, mas podem ser incrementados à medida que haja solicitação da inclusão de CPF ou CNPJ na emissão de notas fiscais. Desde 2011, foram gerados cerca de R$ 1,5 milhão e, destes, R$ 400 mil acabaram inutilizados, já que os créditos têm validade por 4 anos. Uma reunião no início da manhã desta terça, na CICS, com imprensa e escritórios de contabilidade, reforçou a importância da campanha a ser desencadeada, junto à comunidade e empresas do município.   

Compartilhe

Veja Também:

Com o tradicional frio, 18º Entrai é oficialmente aberto

O frio chegou no final da tarde desta sexta em Farroupilha e, com ele, claro, a abertura do Encontro das Tradições Italianas. Sempre marcado pelo clima, a 18ª edição da festividade contou com uma grande público na abertura oficial, que aconteceu no palco de Nova Milano.
Coordenador do evento e secretário de Turismo e Cultura, Francis Casali (foto acima) fez questão de agradecer a todos os envolvidos na festa, da equipe de trabalho da pasta, passando pelos colegas de outras Secretarias, apoiadores, colaboradores e patrocinadores. Fez questão de frisar que não houve gastos do Executivo com o Entrai e que, apesar de s...

12/05/2018 / Ramon Cardoso

Ainda não descartou o lixo eletrônico? Corra que dá tempo

A primeira edição do ano da Coleta de Lixo Eletrônico tem tudo para ser a maior desde que a prefeitura passou a coletar o material, em 2014. O movimento tem sido intenso na Praça da Emancipação desde as primeiras horas da manhã. 
O material está sendo coletado pela Ambe Gerenciamento de Resíduos Ambientais e a entrega pode ser feita até às 15h deste sábado. Portanto, ainda há tempo para destinar corretamente seu lixo eletrônico (veja foto acima, de Ramon Cardoso/Jornal Informante).
A campanha é capitaneada pela Secretaria de Meio Ambiente e tem apoio da Ecofar e da Amb...

28/04/2018 / Ramon Cardoso