18/05/2020 / Ramon Cardoso

Inside

Stone Hall, do Grupo Feltrin, define em breve sua cidade sede

Novo negócio do Grupo Feltrin, o Stone Hall: Museu da Música (imagem acima) deve inaugurar até o fim deste ano, destacou o empresário Fabiano Feltrin. Um sonho antigo dele e do irmão Giancarlo, o empreendimento fará uma incursão pela história da música, desde os anos 10 até o final dos 80. O primeiro passo para a reta final do negócio, que já dispõe de um acervo de 3 mil itens, que já está todo no País, é a definição da cidade berço: Gramado, Canela e Bento Gonçalves estão no páreo.
“Esses municípios reúnem as condições para receber o empreendimento. Vai depender da habilidade de cada prefeito e no interesse que demonstrarem no projeto”, destacou Feltrin, que salientou que as próximas semanas serão decisivas para a definição da cidade sede do Museu da Música, que contará também com uma hamburgueria temática e uma loja de souvenirs (veja foto abaixo, do Grupo Feltrin). Veja mais sobre o pioneiro projeto no Inside da Edição 638 do Jornal Informante, que circula na próxima sexta.   

Compartilhe

Veja Também:

Projeto RodaMoinho Cultural é contemplado pela Aldir Blanc

Proposto pela Associação Cultural Moinho Covolan, o projeto RodaMoinho conquistou, nesta semana, o 1º lugar na Serra e figurou entre os que tiveram avaliação mais alta do Rio Grande do Sul entre mais de 6 mil propostas cadastradas no edital “Criação e Formação: Diversidade das Culturas”, da lei federal Aldir Blanc, desenvolvida em parceria com a Secretaria da Cultura do Estado e Fundação Marcopolo.

O RodaMoinho propõe um conjunto de ações culturais integradas a partir da edificação histórica e reforça a luta da Associação pela pres...

24/02/2021 / Ramon Cardoso

Biamar promove um olhar voltado à própria história

Em tempos de pandemia, a Biamar volta o olhar à sua própria identidade e lança a coleção “Nossas Raízes”, campanha desenvolvida explorando o Rio Grande do Sul em um Editorial de Moda que enaltece as belezas da terra, que foram registradas nos cliques de Eduardo Carneiro (veja mais nas fotos acima e abaixo). 
“Há mais de uma década vínhamos fotografando fora do País. Fizemos materiais na Europa, na Rússia, no Japão. Com a pandemia, tudo mudou, a vida das pessoas mudou. A gente decidiu que era hora de olhar para nossa terra e explorar isso o máximo possível&qu...

25/01/2021 / Ramon Cardoso