15/10/2020 / Ramon Cardoso

Inside

Pela volta das festas e dos eventos

Nenhum setor foi tão afetado pela pandemia quanto o envolvido com festas e eventos. Foram os primeiros a fechar e ainda não tiveram como retomar e, embora esse regresso esteja próximo, ainda será com muitas restrições, o que dificulta as possibilidades de minorar o prejuízo de um ano surreal.
Nesta semana, quando completamos sete meses de pandemia, o Jornal Informante conversou com as cerimonialistas Denise Balbinot Colombo e Aline Alves, com as irmãs empresárias Aline e Alaís Piccin, proprietárias do Deck 256, e com o empresário Alexandre Moroni Grazziotin, o Bulin, sócio-proprietário do Boteco do Chá (veja nas fotos acima e abaixo, de Ramon Cardoso/Jornal Informante).
Os entrevistados revelaram o drama, a frustração e a incerteza que pautou esse 2020 e as dificuldades enfrentadas por estarem impedidos de trabalhar há sete meses. A volta, contudo, está próxima, e com ela a esperança de dias melhores para todos os profissionais envolvidos na cadeia de entretenimento. Confira matéria nesta sexta, na Edição 660 do Informante, na Capa e páginas 2 e 3 do Inside.  

Compartilhe

Veja Também:

Singles da Quintal Supernova são lançados

A banda formada pelos irmãos Brites, Maria Carolina (vocal e teclado) e Mateus (guitarra e violão), e por Lennon Chaves (bateria), lança, nesta quinta, seus dois primeiros singles, o “Por Onde Você Vai” e “Vou Te Deixar Pra Trás”, que já estão disponíveis em todas as plataformas. Na foto acima, do Arquivo Pessoal, Lennon, Maria Carolina e Mateus.
Com influências de Kasabian, Oasis, Duffy e Nina Zilli, a Quintal Supernova foi um projeto gestado durante a pandemia e que remete às memórias afetivas e musicais dos Brites, com composições criadas na casa dos pais, um ambiente...

19/11/2020 / Ramon Cardoso

Recordar é viver: há 30 anos, Ronda vencia o Fegart

Atual patrão do Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Ronda Charrua, Rogério da Silva entrou em contato com a Redação nesta semana para destacar uma data emblemática para o tradicionalismo farroupilhense. Nesta quarta, há exatos 30 anos, o Ronda entrava para a história ao conquistar o título do Festival Gaúcho de Arte e Tradição, o Fegart, que acontecia, à época, em Farroupilha.
O grupo campeão (foto acima, de Cândida Photo Art) consolidava o CTG entre os grandes e mudava o Ronda de patamar, tanto é verdade que, a partir daí, a agremiaç&atild...

28/10/2020 / Ramon Cardoso