24/09/2017 / Ramon Cardoso

Economia

Moscatto Giallo, da São João, e Merlot, da Perini, entre os 16 melhores da Avaliação Nacional de Vinhos 2017

A 25ª Avaliação Nacional de Vinhos, realizada na vizinha Bento Gonçalves, divulgou os melhores rótulos do Brasil em 2017. Nesta edição, a 25ª, concorreram 327 amostras de 59 vinícolas, que representaram nove Estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Ceará e Pernambuco, além do Distrito Federal.
Foram selecionadas 16 amostras, como as mais representativas da safra e todas elas de vinícolas gaúchas. Duas foram farroupilhenses. O Moscato Giallo, da Cooperativa Vinícola São João, na categoria Branco Fino Seco Aromático, e o Merlot, da Casa Perini, na categoria Tinto Fino Seco, agradaram os 118 enólogos e 850 apreciadores de sete Países (Brasil, Argentina, Canadá, Chile, Itália, Japão e Uruguai) que fizeram a degustação às cegas dos rótulos inscritos no concurso (veja lista dos premiados abaixo).
Desde 1993, a Associação Brasileira de Enologia entrega o Troféu Vitis. Neste ano, na categoria Amigo do Vinho, ele foi para a sommelier internacional e jornalista Andréia Debon, editora da revista Bon Vivant, especializada no mundo do vinho. Na categoria Destaque Enológico, a distinção foi repassada à enóloga Maria Regina Ferreto Flores, diretora técnica da LNF Latino Americana. Mais sobre a Avaliação você confere na Edição 505 do Jornal Informante, que circula na próxima sexta. 

Os 16 mais representativos da safra 2017 pela Avaliação Nacional de Vinhos
Categoria Branco Fino Seco Aromático
* Moscato Giallo, da Cooperativa Vinícola São João (Farroupilha)

* Sauvignon Blanc, da Vinícola Fazenda Santa Rita (Vacaria)
Categoria Tinto Fino Seco
* Merlot, da Casa Perini (Farroupilha)

* Petit Syrah, da Luiz Argentina Vinhos Finos (Flores da Cunha)
* Merlot, da Miolo Wine Group (Bento Gonçalves)
* Cabernet Franc, da Giacomin Indústria de Bebidas (Flores da Cunha)
* Malbec, da Vinícola Almaúnica (Bento Gonçalves)
* Cabernet Sauvignon, da Guatambu Estância do Vinho (Dom Pedrito)
* Tannat, da Don Guerino Vinhos e Espumantes (Alto Feliz)
Categoria Vinho Base Para Espumante
* Chardonnay/Riesling Itálico, da Chandon (Garibaldi)
* Chardonnay, da Casa Valduga (Bento Gonçalves)
* Chardonnay, da Domno do Brasil (Garibaldi)
Categoria Branco Fino Seco Não Aromático
* Riesling Itálico, da Cooperativa Vinícola Aurora (Bento Gonçalves)
* Chardonnay, da Vinícola Almadén (Santana do Livramento)
* Chardonnay, da Vinícola Cave de Pedra (Bento Gonçalves)
Categoria Tinto Fino Seco Jovem
* Cabernet Franc, da Vinícola Salton (Bento Gonçalves)

 

 

Compartilhe

Veja Também:

Sicredi chega aos 4 milhões de associados

A instituição financeira cooperativa começou 2019 com uma grande notícia. O Sicredi ultrapassou os 4 milhões de associados, que estão distribuídos em 22 Estados da Federação, além do Distrito Federal. A marca assinala um crescimento de 37% da base de associados na última meia década. Uma das marcas da instituição financeira é o modelo de gestão, que valoriza a participação igualitária e colaborativa dos associados, que votam e decidem os rumos das 115 cooperativas de crédito filiadas ao Sicredi.
“A instituição comemora quatr...

22/01/2019 / Ramon Cardoso

Preço mínimo da uva fica em R$ 1,03

Aprovado pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), a partir de proposta apresentada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o preço mínimo da uva industrial ficou em R$ 1,03 para a safra 2019. O valor é para a variedade Isabel 15 graus Babo, utilizada como referência no mercado.
O índice vale para as regiões Sul, Sudeste e Nordeste e foi publicado nesta semana, no Diário Oficial da União (DOU), na Portaria 158, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e tem vigência até 31 de dezembro. O valor é 12% superior ao definido nos dois últimos anos,...

18/01/2019 / Ramon Cardoso