28/10/2018 / Ramon Cardoso

Política

Leite é eleito governador e mantém escrita no Rio Grande do Sul

Único Estado da Federação a jamais ter tido um governador reeleito, a escrita foi mantida no Rio Grande do Sul. José Ivo Sartori, do MDB, foi o que chegou mais perto de conseguir a proeza da reeleição neste domingo. Largou na frente na apuração, mas quando as urnas de cidades menores começaram a ser computadas, Eduardo Leite (foto acima, de Ramon Cardoso/Jornal Informante), do PSDB, ultrapassou o emedebista e abriu vantagem para conquistar o cargo de governador, que ficou em pouco mais de 7 pontos percentuais.
O tucano comandará o Palácio Piratini pelo próximo quadriênio. Aos 33 anos, o ex-prefeito de Pelotas é o mais jovem a ocupar o cargo executivo no País. A totalização foi encerrada às 21h30min. Leite venceu com 3.128.317 votos, o que corresponde a 53,62% dos válidos. Sartori conquistou 2.705.601 votos, o que equivale a 46,38% dos válidos. Confira mais sobre a eleição para o Piratini, com a votação em Farroupilha, na Editoria de Política da Edição 562 do Jornal Informante, que circula excepcionalmente na próxima quinta, em virtude do feriadão de Finados. 

 

 

Compartilhe

Veja Também:

Solidare apresentada por Francis Somensi em Brasília

A audiência pública na Comissão Mista de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, presidida pelo deputado federal Carlos Gomes (PRB/RS), contou, na terça, com a presença de Francis Somensi (foto acima). A primeira dama e deputada estadual eleita pelo PRB, apresentou o case de sucesso de logística reversa de medicamentos promovido pela Farmácia Solidária.
Tema que tramita no Congresso Nacional desde 2011, a questão não evoluiu ao longo dos anos justamente por faltar um consenso entre a indústria farmacêutica, o governo, os conselhos e os empresários do ramo. Em pouco mais de trê...

21/11/2018 / Ramon Cardoso

Em artigo, Yeda fala em fim de ciclo dos partidos tradicionais

Na Editoria de Opinião da Edição 565 do Jornal Informante, que circula na sexta, a deputada federal e ex-governadora Yeda Crusius fala sobre o cenário político atual, tanto na esfera federal como na estadual, lembrando passagens de sua trajetória política.
A economista (foto acima), que ocupou o posto na Câmara dos Deputados no lugar de Nelson Marchezan, quando este assumiu a prefeitura de Porto Alegre, não conseguiu a reeleição. Yeda obteve 37.549 votos no pleito de outubro.
O que mais chama a atenção no texto da presidente do PSDB Mulher e integrante da Executiva Naci...

21/11/2018 / Ramon Cardoso