17/10/2021 / Ramon Cardoso

Esporte

Gurias rubro-verdes vencem novamente o Pelotas e praticamente selam classificação à semifinal

O Brasil Feminino não teve uma grande performance diante do Pelotas, neste domingo pela manhã, nas Castanheiras, mas o que valeu foram os três pontos e o fato da equipe não ter levado cartões, que é um dos critérios de desempate em caso de igualdade em pontos e vitórias. As gurias rubro-verdes chegaram aos 9 pontos e estão virtualmente classificadas à semifinal da competição estadual.
Sem a zagueira Joyce, lesionada, o técnico Fernando Varani promoveu alterações no time titular. A volante Bahia voltou à zaga, Laysa passou a atuar mais recuada, como única volante, e o meio foi mais ofensivo, com o ingresso de Bianca. A ponta Barbosa também deixou a equipe para o ingresso da centroavante Keka. A formação mais para a frente, contudo, não conseguiu agredir o ferrolho defensivo do Pelotas.
O 1º tempo foi muito amarrado e o placar zerado uma tônica do que foram os 45 minutos iniciais. Na volta do intervalo, troca de volantes, com Laysa dando lugar a Andressa. O Brasil foi mais agressivo e empurrou o Pelotas para seu campo defensivo. Quase abriu o marcador com a zagueira Letícia, em cabeceio aos 5 minutos. Aos 15, a ponta Luana acertou o travessão.
Aos 17 minutos, saída da centroavante Pâmela e ingresso de Barbosa. Aos 18, Bianca tocou para Luana que cruzou para Keka, que finalizou para fora. O gol era questão de tempo e ele não demorou a acontecer. A meia Bruna carregou e preparou a bola para Bianca que, da entrada da área, chutou forte, rasteiro, de canhota, sem chances para a goleira Daniela. Gol do desafogo (foto acima, de Ramon Cardoso/Jornal Informante, da meia vibrando a abertura do placar com as companheiras de time). Brasil 1 a 0 aos 20 minutos.
Aos 25 minutos, Yasmin Ramos entrou no lugar de Luana e a pressão continuou, mas as lobas conseguiam se segurar e a equipe farroupilhense não conseguiu criar situações de gol, apenas em chutes de longa distância, mas sem direção. No final, a zagueira Vergani entrou no lugar de Bianca e Bahia deixou a zaga voltando ao posto de volante ao lado de Andressa. O placar ficou inalterado até o apito final. 
As gurias rubro-verdes celebraram nova vitória no vestiário (foto abaixo, de Ramon Cardoso/Jornal Informante), a vaga virtual na semifinal e a caça ao Grêmio em busca do 1º lugar do Grupo A. As gurias gremistas mantiveram o 100% de aproveitamento e chegaram aos 12 pontos ao golearem, também neste domingo pela manhã, o Guarany de Bagé, no Vieirão, em Gravataí, por 15 a 0. Mais sobre o Brasil Feminino você confere na Editoria de Esporte da Edição 711 do Jornal Informante, que circula na próxima sexta. 

Compartilhe

Veja Também:

Gurias rubro-verdes lutam muito, mas são superadas pelas gremistas e pegam as coloradas na semifinal

Duelo mais aguardado da fase classificatória do Gauchão Feminino, Brasil (fotos acima e abaixo, de Ramon Cardoso/Jornal Informante) e Grêmio entraram em campo no final da manhã deste domingo, nas Castanheiras, valendo a liderança do Grupo A da competição estadual.
Como esperado, o confronto foi muito equilibrado, com as equipes não oferecendo espaços a rival. Com os sistemas defensivos bem posicionados, as melhores chances surgiam de bola parada. Aos 17 minutos, a ponta Luana cobrou um escanteio venenoso, obrigando Raíssa a fazer grande defesa. Ela espalmou a bola para o meio da área e a ponta Fran Barbosa ...

31/10/2021 / Ramon Cardoso

Brasil vence Guarany e larga em vantagem na briga para chegar à semifinal da Segundona

O duelo entre o 4º colocado do Grupo A, o Brasil, e o 1º colocado do Grupo B, o Guarany de Bagé, na fase de classificação da Segundona, foi o típico jogo raiz da competição estadual. Teve um pouco de tudo, muita confusão em especial, e um triunfo da equipe farroupilhense que lhe dá vantagem de jogar por dois resultados na semana que vem no Estrela D’Alva, em Bagé, para avançar à semifinal da Segundona e manter vivo o sonho de regressar à elite em 2022.
Logo no início do jogo, Welder entrou na área e dividiu uma bola com Jonathan Walker. O goleiro do Brasil teve uma frat...

25/10/2021 / Ramon Cardoso