13/07/2017 / Alana Bof

Especial

Farroupilha celebra o Dia Mundial do Rock

Nesta quinta, dia 13 de julho, é celebrado o dia mundial de um dos gêneros mais revolucionários da história da música: o rock. E em Farroupilha, a data não vai passar em branco. A Escola Pública de Música, por exemplo, vai comemorar a data com apresentação na sacada principal da Casa de Cultura (República, 172), nesta quinta às 17h. No repertório estarão músicas de alguns dos mais consagrados grupos de rock, entre eles Led Zeppelin, Queen, Rolling Stones e Pink Floyd.
Mais tarde, no República Beer (República, 445), vai acontecer a Confraternização do Dia Mundial do Rock. O bar vai abrir às 21h e disponibilizar dois violões e um cajón para quem quiser tocar. Estão convidados músicos e comunidade em geral. A entrada custa R$ 10,00 e pode ser revertida em consumação, mediante confirmação de presença no evento do Facebook até hoje às 17h.
História da data
No dia 13 de julho de 1985 foi realizado um evento nomeado Live Aid, com o objetivo de conscientizar a população e arrecadar fundo para combater a fome na Etiópia. Foram realizados show simultâneos em Londres e na Filadélfia, com a presença de grandes nomes do rock como Led Zeppelin, Rolling Stones, Queen e Paul McCartney. A partir de então, a data ficou conhecida como Dia Mundial do Rock. 

Compartilhe

Veja Também:

Nádia Gelmini Crippa: Certificado Mulher Referência

A contemplada com o Certificado Mulher Referência 2019 pelo Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (Comdim) encerrou a noite de homenagens no Legislativo. Nádia Gelmini Crippa (foto acima, de Ramon Cardoso/Jornal Informante) teve sua trajetória destacada pela advogada Francielle Boschetti Reche, presidente do Comdim.
“Tenho muito orgulho de estar representando o Comdim e a escolha da Nádia é por conta de sua luta para garantir o pleno exercício da cidadania feminina. É uma mulher referência junto à política de assistência social do município. Quando conversei com a Nádia ela foi t&atild...

19/03/2019 / Ramon Cardoso

Doki: a mãe do Richard

Homenageada pela bancada do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), pela manifestação da vereadora Eleonora Broilo, Dorli Maria Tonin, a Doki (foto acima, de Ramon Cardoso/Jornal Informante), relembrou sua trajetória vinculada à Educação, destacando que sempre acalentou o sonho de ser professora, função que desempenhava até mesmo nas brincadeiras da infância. Ela destacou a importância do alicerce familiar, em especial, do filho Richard.
“Há 37 anos eu mudei de nome. Não sou mais a Dorli ou a Doki, mas a mãe do Richard. Ele é um anjo que veio à Terra para ...

19/03/2019 / Ramon Cardoso