19/07/2017 / Ramon Cardoso

Especial

Edição 495 do Jornal Informante circula nesta quinta, com Especial sobre a Fenakiwi

A 22ª edição da Festa Nacional do Kiwi (Fenakiwi) provocou algumas mudanças na rotina da Redação do Jornal Informante. A mais expressiva é a antecipação da Edição 495 para esta quinta, que circula no dia de abertura do evento, o último no atual formato. 
Um Caderno Especial traz tudo sobre a atração: novidades, programação cultural, entrevista com o presidente da festa e secretário de Turismo e Cultura, Francis Casali, e o também tradicional artigo assinado pelo trio de soberanas, as belas Renata Ester Agazzi, Letícia Capelezzo e Lizandra Toso (foto acima), que convidam os leitores para participarem do evento.
Francis também contribui com um artigo na Editoria de Opinião, onde presta um justo reconhecimento a quem trabalha nos bastidores para que tudo ocorra da melhor maneira na festividade. Além, é claro, do Editorial, Inside com matérias culturais sobre as atrações da Fenakiwi. Não deixem de conferir, excepcionalmente nesta quinta.    

Compartilhe

Veja Também:

Nádia Gelmini Crippa: Certificado Mulher Referência

A contemplada com o Certificado Mulher Referência 2019 pelo Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (Comdim) encerrou a noite de homenagens no Legislativo. Nádia Gelmini Crippa (foto acima, de Ramon Cardoso/Jornal Informante) teve sua trajetória destacada pela advogada Francielle Boschetti Reche, presidente do Comdim.
“Tenho muito orgulho de estar representando o Comdim e a escolha da Nádia é por conta de sua luta para garantir o pleno exercício da cidadania feminina. É uma mulher referência junto à política de assistência social do município. Quando conversei com a Nádia ela foi t&atild...

19/03/2019 / Ramon Cardoso

Doki: a mãe do Richard

Homenageada pela bancada do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), pela manifestação da vereadora Eleonora Broilo, Dorli Maria Tonin, a Doki (foto acima, de Ramon Cardoso/Jornal Informante), relembrou sua trajetória vinculada à Educação, destacando que sempre acalentou o sonho de ser professora, função que desempenhava até mesmo nas brincadeiras da infância. Ela destacou a importância do alicerce familiar, em especial, do filho Richard.
“Há 37 anos eu mudei de nome. Não sou mais a Dorli ou a Doki, mas a mãe do Richard. Ele é um anjo que veio à Terra para ...

19/03/2019 / Ramon Cardoso