11/02/2018 / Ramon Cardoso

Esporte

Com sobra, SERC Brasil faz história e conquista edição de estreia do AVN/AM Feminino

Não teve pra ninguém. Na edição inaugural do Ângelo Venzon Neto/Antônio Minella (AVN/AM) no Feminino, a SERC Brasil (foto acima e abaixo, de Ramon Cardoso/Jornal Informante) não tomou conhecimento das rivais e ficou com o caneco com folga ao obter três vitórias no quadrangular, duas delas por goleada, inclusive na final.
A campanhas das meninas rubro-verdes foi marcada por triunfos de 3 a 0 sobre o MMA 2, de 2 a 0 sobre o MMA 1, ambos times de Garibaldi, e por uma impiedosa goleada de 6 a 0 em cima do caxiense Imigrante. Ou seja, finalizou com campanha 100%, melhor ataque, melhor defesa, e ainda faturou os prêmios individuais com Patrícia Heisler, goleadora com 3 gols, e Gilvana Vigolo, como goleira menos vazada, além do troféu coletivo de Melhor Disciplina.
Na decisão, Bruna Galiotto abriu o marcador para o Brasil Feminino logo aos 3 minutos, em incrível falha da goleira do Imigrante, que deixou escapar um chute prensado, a bola bateu na trave e foi morrer no fundo da rede. Não demorou muito e Patrícia ampliou a vantagem em finalização tranquila na saída da goleira rival.
O terceiro gol foi de Fran em chute forte de canhota, rasteiro, na entrada da área. O 1º tempo foi ainda finalizado com um golaço. A goleira do Imigrante fez péssima reposição e Bruna, sem deixar a bola cair, finalizou por cobertura para sacramentar uma goleada d e 4 a 0 antes do intervalo.
Na volta dele, Ana, de pênalti, e Elaine, que entrou na metade final, ainda tiveram condição de aumentar a vantagem e dar números finais: Brasil Feminino 6 a 0. O Imigrante ficou com o vice-campeonato, o 3º lugar foi do MMA 1 e o 4º lugar do MMA 2. Os prêmios foram entregues no salão da SERC Farrapos.
Foi a primeira taça do futebol feminino do rubro-verde, projeto iniciado no ano passado. Mais sobre a disputa na Matéria Especial da Edição 525, que circula na próxima sexta e traz, além da cobertura do Feminino, a projeção as finais da categoria Veterano e do 1º e 2º Quadros da tradicional disputa responsável por abrir o calendário esportivo serrano.  

 

Compartilhe

Veja Também:

AVN/AM tem metade dos classificados definido

A rodada do fim de semana do Ângelo Venzon Neto/Antônio Minella (AVN/AM), com a disputa do Quadrangular 2, definiu mais três habilitados para o Quadrangular Final do torneio, um representante em cada uma das três categorias da disputa: Veterano, 1º e 2º Quadros.
Na abertura dos trabalhos, no sábado, quem ficou com a vaga foi o caxiense Kaiser/Alemão Suspensões, que se junto ao conterrâneo S.R. 1º de Maio, atual campeão e que havia se classificado na rodada de abertura. No domingo, mais dois garantidos, desta vez nos suplentes e titulares.
Pelo 2º Quadro, o farroupilhense G.E. Julieta ficou com a va...

21/01/2019 / Ramon Cardoso

Sidenei e Cleonir, da Hermelu Runners, prontos para a Ultramaratona Brazil 135

Os atletas Sidenei Feliponi e Cleonir Simonetti (foto acima), da Hermelu Runners, encaram nesta quinta uma prova que testará seus limites físicos, emocionais e mentais: a Brazil 135 é uma ultramaratona de 135 milhas (223 quilômetros), que integra o Circuito de Ultramaratonas Extremas Bad 135. O trajeto, que cruza a Serra da Mantiqueira, tem saída de São João da Boa Vista, em São Paulo, e chegada em Paraisópolis, em Minas Gerais. A prova é ininterrupta e os participantes têm até 60 horas para concluir o trecho.
“A competição é o maior desafio da minha carreira como atleta. Fi...

16/01/2019 / Ramon Cardoso