11/02/2018 / Ramon Cardoso

Esporte

Com sobra, SERC Brasil faz história e conquista edição de estreia do AVN/AM Feminino

Não teve pra ninguém. Na edição inaugural do Ângelo Venzon Neto/Antônio Minella (AVN/AM) no Feminino, a SERC Brasil (foto acima e abaixo, de Ramon Cardoso/Jornal Informante) não tomou conhecimento das rivais e ficou com o caneco com folga ao obter três vitórias no quadrangular, duas delas por goleada, inclusive na final.
A campanhas das meninas rubro-verdes foi marcada por triunfos de 3 a 0 sobre o MMA 2, de 2 a 0 sobre o MMA 1, ambos times de Garibaldi, e por uma impiedosa goleada de 6 a 0 em cima do caxiense Imigrante. Ou seja, finalizou com campanha 100%, melhor ataque, melhor defesa, e ainda faturou os prêmios individuais com Patrícia Heisler, goleadora com 3 gols, e Gilvana Vigolo, como goleira menos vazada, além do troféu coletivo de Melhor Disciplina.
Na decisão, Bruna Galiotto abriu o marcador para o Brasil Feminino logo aos 3 minutos, em incrível falha da goleira do Imigrante, que deixou escapar um chute prensado, a bola bateu na trave e foi morrer no fundo da rede. Não demorou muito e Patrícia ampliou a vantagem em finalização tranquila na saída da goleira rival.
O terceiro gol foi de Fran em chute forte de canhota, rasteiro, na entrada da área. O 1º tempo foi ainda finalizado com um golaço. A goleira do Imigrante fez péssima reposição e Bruna, sem deixar a bola cair, finalizou por cobertura para sacramentar uma goleada d e 4 a 0 antes do intervalo.
Na volta dele, Ana, de pênalti, e Elaine, que entrou na metade final, ainda tiveram condição de aumentar a vantagem e dar números finais: Brasil Feminino 6 a 0. O Imigrante ficou com o vice-campeonato, o 3º lugar foi do MMA 1 e o 4º lugar do MMA 2. Os prêmios foram entregues no salão da SERC Farrapos.
Foi a primeira taça do futebol feminino do rubro-verde, projeto iniciado no ano passado. Mais sobre a disputa na Matéria Especial da Edição 525, que circula na próxima sexta e traz, além da cobertura do Feminino, a projeção as finais da categoria Veterano e do 1º e 2º Quadros da tradicional disputa responsável por abrir o calendário esportivo serrano.  

 

Compartilhe

Veja Também:

Olaria é bicampeão no 1º Quadro no AVN/AM com a melhor campanha da história

Atual detentor do caneco, o caxiense Olaria (foto acima, de Ramon Cardoso/Jornal Informante) não tomou conhecimento dos conterrâneos que foram seus adversários nas finais da 38ª edição do torneio Ângelo Venzon Neto/Antônio Minella. A equipe venceu Cachoeirinha, Udinese e Kayser por 3 a 0 e encerrou a participação com a melhor campanha da história, com seis goleadas em seis jogos, sendo cinco por 3 a 0 e uma por 5 a 0, 20 gols marcados e nenhum sofrido. 
A equipe levou ainda o troféu Disciplina e o de Goleiro Menos Vazado, com Rafael Nascimento, que não sofreu gols nas seis partidas. O Ka...

19/02/2018 / Ramon Cardoso

Amizade conquista o 2º Quadro do AVN/AM

O título entre os suplentes do tradicional torneio Ângelo Venzon Neto/Antônio Minella ficou em Farroupilha. O estreante Amizade conquistou o caneco da 38ª edição neste domingo. Após empatar sem gols com o Cachoeirinha, a equipe venceu por 2 a 0 o também farroupilhense Saturno e por 1 a 0 o caxiense Beltrão de Queiroz. 
O time também conquistou o troféu de Disciplina e teve Jonatas Alves, o Nata, artilheiro com 4 gols, inclusive o do título, na vitória sobre o Beltrão, que ficou em 2º, com o Saturno em 3º e o Cachoeirinha em 4º. Mais informações sobre as fi...

19/02/2018 / Ramon Cardoso