25/10/2021 / Ramon Cardoso

Esporte

Brasil vence Guarany e larga em vantagem na briga para chegar à semifinal da Segundona

O duelo entre o 4º colocado do Grupo A, o Brasil, e o 1º colocado do Grupo B, o Guarany de Bagé, na fase de classificação da Segundona, foi o típico jogo raiz da competição estadual. Teve um pouco de tudo, muita confusão em especial, e um triunfo da equipe farroupilhense que lhe dá vantagem de jogar por dois resultados na semana que vem no Estrela D’Alva, em Bagé, para avançar à semifinal da Segundona e manter vivo o sonho de regressar à elite em 2022.
Logo no início do jogo, Welder entrou na área e dividiu uma bola com Jonathan Walker. O goleiro do Brasil teve uma fratura na face e teve que deixar o campo em uma ambulância, direto para o hospital. O contato poderia ter sido evitado, já que o lance estava mais para o goleiro. A arbitragem conversou sobre o lance e, no retorno da ambulância, expulsou o meia do Guarany, o que resultou em muita reclamação do time de Bagé, que começou a pressionar o quarteto de arbitragem.
O goleiro Bruno entrou no lugar de Walker e no 1º tempo, mesmo com um a mais, o Brasil não conseguiu ameaçar a meta do goleiro Copetti. Em compensação, acertou duas bolas no travessão do gol rubro-verde, com Murilo, em chute de fora da área, e com o centroavante Maurício, em bela cobrança de falta. Ainda antes do intervalo, o técnico Raone Gomes sacou o atacante Thalles e colocou Alison, aumentando ainda mais a agressividade do time farroupilhense, que contava somente com um volante de ofício, Marlon, que teve grande atuação.
Foi ele quem carregou o piano do setor, já que o meio tinha ainda Gean Correia, Luiz Carlos e Wellington, com Thalles e depois Alison e Mateus Paulista à frente. O ferrolho defensivo do Guarany suportou bem a inferioridade numérica. No intervalo, Raone sacou Gean Correia e colocou Vitão, aumentando o poderio ofensivo rubro-verde. O alvirrubro seguiu em busca do resultado e acabou oferecendo espaços ao Brasil. Souza afastou uma bola na defesa e acabou lançando Vitão. Ele avançou e na entrada da área chutou forte, rasteiro, para abrir o marcador aos 7 minutos.
Com o placar a favor do time farroupilhense, o duelo ficou ainda mais nervoso, mas sem grandes oportunidades de gol para ambos os lados. Sempre que o Guarany chegava, Bruno tratava de garantir a vantagem e foi assim aos 42 minutos, quando Giovani Rosa aproveitou um rebote da defesa e chutou praticamente da marca do pênalti, a queima roupa, para o goleiro rubro-verde fazer um milagre defendendo um tiro que tinha endereço certo com a perna direita. Uma defesa de puro reflexo e que assegurava o triunfo do Brasil.
O apito final deflagrou mais discussão e confusão, mas o placar ficou mesmo no 1 a 0 para a equipe farroupilhense, que só precisa de um empate no próximo domingo, às 18h, para se classificar. A vantagem é mínima, mas o resultado foi muito representativo. Esta foi somente a segunda derrota do Guarany no estadual. Quem passar do duelo, enfrenta na semi, valendo vaga no Gauchão em 2022, o vencedor do confronto entre Veranópolis e Avenida, que jogaram neste domingo e empataram sem gols em Santa Cruz do Sul.
Veja na foto acima, de Ramon Cardoso/Jornal Informante, lance em que Vitão tenta criar uma chance de gol para o rubro-verde, observado por Alison, dois que entraram no decorrer do confronto e mudaram a história da partida em favor do time farroupilhense. Mais sobre o Brasil você confere na Editoria de Esporte da Edição 712, que circula na próxima sexta. 

Compartilhe

Veja Também:

Gurias rubro-verdes lutam muito, mas são superadas pelas gremistas e pegam as coloradas na semifinal

Duelo mais aguardado da fase classificatória do Gauchão Feminino, Brasil (fotos acima e abaixo, de Ramon Cardoso/Jornal Informante) e Grêmio entraram em campo no final da manhã deste domingo, nas Castanheiras, valendo a liderança do Grupo A da competição estadual.
Como esperado, o confronto foi muito equilibrado, com as equipes não oferecendo espaços a rival. Com os sistemas defensivos bem posicionados, as melhores chances surgiam de bola parada. Aos 17 minutos, a ponta Luana cobrou um escanteio venenoso, obrigando Raíssa a fazer grande defesa. Ela espalmou a bola para o meio da área e a ponta Fran Barbosa ...

31/10/2021 / Ramon Cardoso

Brasil vence Guarany e larga em vantagem na briga para chegar à semifinal da Segundona

O duelo entre o 4º colocado do Grupo A, o Brasil, e o 1º colocado do Grupo B, o Guarany de Bagé, na fase de classificação da Segundona, foi o típico jogo raiz da competição estadual. Teve um pouco de tudo, muita confusão em especial, e um triunfo da equipe farroupilhense que lhe dá vantagem de jogar por dois resultados na semana que vem no Estrela D’Alva, em Bagé, para avançar à semifinal da Segundona e manter vivo o sonho de regressar à elite em 2022.
Logo no início do jogo, Welder entrou na área e dividiu uma bola com Jonathan Walker. O goleiro do Brasil teve uma frat...

25/10/2021 / Ramon Cardoso