18/11/2017 / Ramon Cardoso

Esporte

Brasil tem dia para rememorar a história

Foi um sábado para matar saudade e colocar muita conversa em dia. A iniciativa dos ex-atletas do Brasil, de reunir o time campeão de 1992 para uma festividade, e que contou com total apoio e respaldo da Direção e Departamento de Marketing do clube, promoveu um sábado de manhã saudosista no Estádio das Castanheiras. Muitos jogadores responsáveis pelo título da Segundona Gaúcha nunca mais havia se reencontrado. Claro, sobraram boas histórias. Muitos vieram de longe, como o quarto zagueiro Roger, que veio de São Paulo especialmente para a festa. 
"Esse foi o melhor grupo em que atuei. Joguei em outros times, alguns com mais qualidade técnica, mas em termos de amizade, de companheirismo e de dedicação, aquele Brasil de 1992 foi insuperável. Éramos uma família e construímos uma unidade muito forte. O Estádio das Castanheiras estava sempre lotado, a torcida viajava para nos acompanhar nos jogos longe de Farroupilha. Foi uma época muito boa e é ótimo poder relembrar isso. A estrutura do clube é invejável. Tomara que consiga novamente chegar à elite", declarou Roger. 
A grande maioria dos ex-atletas estiveram presentes (foto abaixo, de Ramon Cardoso/Jornal Informante) e fizeram uma partida contra um combinado de funcionários e dirigentes do clube e imprensa. O placar terminou em 3 a 0 para o time de 1992, com gols de Alexandre Menudo, Ari Lisboa e Baiano, mas o que importava mesmo era o congraçamento. Ao final, os campeões de 1992 receberam medalhas comemorativas à célebre conquista, quando também foi lembrado o presidente da época, Edson Luis Tonin, o Tiliko, falecido em 2015, mas que esteve representado pelo pai e esposa no evento.
Ao final da atividade, Renato Teixeira, o artilheiro da Segundona Gaúcha daquele ano, com 23 gols, repetiu a história e ergueu a taça (foto acima, de Ramon Cardoso/Jornal Informante) conquistada em uma campanha magistral, que registrou 21 vitórias, sete empates e apenas seis derrotas em 34 jogos, com 54 gols marcados e apenas 19 sofridos. Um dia para reconhecer os heróis do passado e relembrar a maior conquista do Brasil, que colocou o clube e Farroupilha, para sempre, no mapa do futebol gaúcho. 
 

Compartilhe

Veja Também:

Na semifinal: Brasil empata novamente com o Novo Horizonte e avança

Quem necessitava do resultado, na partida de volta das quartas de final da Terceirona Gaúcha, neste domingo à tarde, nas Castanheiras, era o Novo Horizonte. Com um 2 a 2 no primeiro jogo, o Brasil avançava até mesmo com empates em 0 a 0 e 1 a 1. Porém, os visitantes não se jogaram para o ataque, pelo contrário, ficaram esperando a chance de um contra-ataque para abrir o placar.
O rubro-verde, por sua vez, não se acomodou com a vantagem. Aos 10 minutos, Almeida fez grande jogada pela linha de fundo e cruzou para Luiz Carlos finalizar. O goleiro Gui espalmou. O capitão foi quem ameaçou novamente aos 21 minutos e Gu...

16/06/2019 / Ramon Cardoso

Santa Catarina é bicampeão da Copinha

O encerramento da Copa Farroupilha de Futsal Feminino, organizado pela Liga Farroupilhense de Futsal, levou um bom público ao Ginásio de Esportes do Colégio Nossa Senhora de Lourdes, na noite deste sábado. A disputa do 3º lugar já foi um jogaço, prenúncio do que seria a final, com a farroupilhense 1º de Maio vencendo a caxiense Nefel por 4 a 3, mas as emoções mais fortes da noite ficaram mesmo reservadas para a decisão entre as caxienses Santa Catarina Futsal, atual campeã, e a desafiante Comando São Paulo.
Apesar do placar em branco, o 1º tempo foi muito disputado e tenso, mas os gol...

16/06/2019 / Ramon Cardoso