06/08/2018 / Ramon Cardoso

Esporte

Brasil Feminino é superado em casa pelo Estrela

Em sua estreia atuando em casa pelo Gauchão Feminino, o Brasil, da lateral direita Ana e da volante Juli, na disputa do lance (foto acima, de Ramon Cardoso/Jornal Informante), pagou caro pela desatenção no início do confronto diante do Estrela, que acabou resultando em nova derrota pela competição estadual. O duelo aconteceu no início da tarde de domingo, nas Castanheiras, para um bom público.
Logo a 2 minutos, Marcele, de pênalti, colocou as visitantes em vantagem, placar que deixou intranquilas as meninas rubro-verdes, fato que foi aproveitado pelas rivais. Após rápido contra-ataque, a centroavante Jéssica recebeu cruzamento e cabeceou com estilo, encobrindo a goleira Gil, para marcar o 2 a 0 aos 10 minutos.
O rubro-verde não se encontrou na etapa inicial. Com o placar adverso, as meninas tiveram muita dificuldade em colocar a bola no chão, ao passo que o Estrela, já seguro com a vantagem, esperava o Brasil em uma linha de marcação mais baixa. Mas o 1º tempo terminou mesmo em 2 a 0 para os visitantes.
Na volta do intervalo, o técnico Eder Vanzin promoveu algumas trocas que mudaram a postura rubro-verde e deixaram o time mais agressivo, especialmente com as entradas de Bruninha e Bianca, no meio, e de Tuca, na frente. A pressão do Brasil em busca do gol de desconto começou a ser intensa.
Em bom avanço, a lateral direita Ana tocou para Pati que obrigou a goleira Andréia a praticar excelente defesa para escanteio. Após a cobrança, Bianca quase marcou de cabeça, aos 5 minutos. Aos 15, Bianca tocou para Fran que chutou a gol. Andréia novamente fez uma intervenção decisiva, a bola voltou para Fran que deslocou a goleira, mas a zaga tirou em cima da linha.
Quando o gol rubro-verde parecia uma questão de tempo, a meia Kamila, do Estrela, acertou um chute da intermediária no ângulo da goleira Gil, marcando o 3 a 0, aos 20 minutos, praticamente suplantando qualquer possibilidade de o time farroupilhense, ao menos, buscar uma igualdade no confronto.
Aos 27 minutos, após cobrança de falta, Tuca se antecipou a goleira Andréia, a bola bateu no travessão e foi morrer no fundo da rede, no histórico primeiro gol do Brasil na competição. A centroavante foi a melhor do rubro-verde e ainda obrigou a goleira do Estrela, outra de atuação destacada, a praticar grande defesa aos 42, em chute da entrada da área.
“Estivemos muito desatentos no início do confronto. No 2º tempo equilibramos as ações, mas tomamos o terceiro gol justamente quando estávamos melhor. As meninas que ingressaram no intervalo entraram bem. Agora é treinar e o quanto antes conquistar os três pontos para tirar um pouco dessa pressão, do peso da primeira vitória”, destacou Eder.  
Com o resultado, o Brasil permanece sem pontuar no estadual e folga na próxima rodada. Por conta disso, haverá treinos em dois horários nesta semana, na quarta à noite e no sábado, tudo para melhorar o entrosamento para o terceiro compromisso no estadual, no próximo dia 19, contra o Ijuí, fora de casa.

 

 

Compartilhe

Veja Também:

Na semifinal: Brasil empata novamente com o Novo Horizonte e avança

Quem necessitava do resultado, na partida de volta das quartas de final da Terceirona Gaúcha, neste domingo à tarde, nas Castanheiras, era o Novo Horizonte. Com um 2 a 2 no primeiro jogo, o Brasil avançava até mesmo com empates em 0 a 0 e 1 a 1. Porém, os visitantes não se jogaram para o ataque, pelo contrário, ficaram esperando a chance de um contra-ataque para abrir o placar.
O rubro-verde, por sua vez, não se acomodou com a vantagem. Aos 10 minutos, Almeida fez grande jogada pela linha de fundo e cruzou para Luiz Carlos finalizar. O goleiro Gui espalmou. O capitão foi quem ameaçou novamente aos 21 minutos e Gu...

16/06/2019 / Ramon Cardoso

Santa Catarina é bicampeão da Copinha

O encerramento da Copa Farroupilha de Futsal Feminino, organizado pela Liga Farroupilhense de Futsal, levou um bom público ao Ginásio de Esportes do Colégio Nossa Senhora de Lourdes, na noite deste sábado. A disputa do 3º lugar já foi um jogaço, prenúncio do que seria a final, com a farroupilhense 1º de Maio vencendo a caxiense Nefel por 4 a 3, mas as emoções mais fortes da noite ficaram mesmo reservadas para a decisão entre as caxienses Santa Catarina Futsal, atual campeã, e a desafiante Comando São Paulo.
Apesar do placar em branco, o 1º tempo foi muito disputado e tenso, mas os gol...

16/06/2019 / Ramon Cardoso