19/08/2017 / Ramon Cardoso

Esporte

Apahand/UCS/Farroupilha sofre nova derrota e não tem mais chances de classificação na Liga Nacional

Atuando novamente em casa, desta vez na 4ª rodada da fase classificatória da Conferência Sul/Sudeste da Liga Nacional de Handebol Feminino, a Apahand/UCS/Farroupilha não teve uma boa atuação na tarde deste sábado e acabou superada pela equipe do Maringá, no duelo que ocorreu no Ginásio Poliesportivo da UCS. Com o resultado, a equipe farroupilhense/caxiense não tem mais chances de classificação à próxima fase. Apenas os quatro primeiros do octogonal avançam e as quatro derrotas em quatro jogos tiram a possibilidade do time seguir na competição nacional. 
A Apahand (da central Stefanny Mattos, tentando a finalização na foto acima) começou melhor, chegou a abrir 2 a 0, sofreu o empate, avançou novamente abrindo 4 a 2, mas levou oito gols em sequência, sem fazer nenhum. Com o placar em 10 a 4, a equipe de Maringá tratou, desde a etapa inicial, assegurar a vantagem, conquistada muito graças à goleira Fernanda, responsável por grandes defesas na primeira metade de confronto. Mesmo assim, o desperdício da Apahand foi grande. O 1º tempo acabou com uma confortável vantagem em favor das paranaenses, que foram para o vestiário vencendo o time gaúcho por 14 a 8, um placar difícil de ser revertido no handebol. 
Na metade final, com uma postura mais agressiva defensivamente, a Apahand chegou a esboçar uma reação e cortou a diferença para três gols em duas oportunidades, quando o placar ficou em 15 a 12 e 16 a 13 para o Maringá. Quando o marcador estava em quatro gols, 17 a 21 para as visitantes, os erros no ataque voltaram a comprometer o desempenho. Além das finalizações equivocadas, muitos erros de passe acabaram por impedir qualquer possibilidade de reação. As rivais chegaram a fazer cinco gols em sequência, empurrando a vantagem para 26 a 17. Os nove gols de frente permanceram até o placar final, que ficou em 30 a 21. 
"Erramos muito. Estamos frustrados com o desempenho e o resultado. Tivemos um aproveitamento em finalização que foi de 40%, quando o necessário mínimo para vencer é ter algo em torno de 60%. Ficamos atrás do placar cedo e aí tu tem que correr mais e os erros acabam aparecendo", lamentou o técnico Gabriel Citton. Resta ao time encerrar a etapa de cabeça erguida. "Não temos mais chances de classificação, mas temos que fazer bons jogos e tentar um melhor posicionamento. Nosso título da temporada é mesmo com o Estadual, onde estamos na semifinal. Infelizmente, na Liga não temos mais chances", finalizou Citton. 

Compartilhe

Veja Também:

Gurias rubro-verdes têm semana intensa e acirra a disputa por vagas no time titular

O encerramento da 13ª semana de preparação das gurias rubro-verdes foi celebrado na sexta à noite, no gramado do Estádio das Castanheiras (foto acima, de Ramon Cardoso/Jornal Informante). A primeira semana regular com três treinamentos, que deve ser uma tônica a partir de agora, restando menos de um mês para a volta do Brasileirão Série A2, foi altamente produtiva e, sobretudo, muito intensa, acirrando a briga por vagas no time titular do Brasil Feminino.
“Tivemos uma semana excelente de trabalho, três treinos de alto nível. Tenho notado um crescimento em todos os setores. Está ficando dif&ia...

26/09/2020 / Ramon Cardoso

Gurias rubro-verdes finalizam 11ª semana de treinos e contam com reforço

A pré-temporada fora de época do Brasil Feminino finalizou, nesta sexta à noite, nas Castanheiras, sua 11ª semana. Os trabalhos, comandados pelo técnico Luciano Almeida (foto acima, de Ramon Cardoso/Jornal Informante), foram dedicados especialmente ao ataque.
“Fizemos uma atividade de organização ofensiva, no balanço das atacantes, rodar a bola com inversões de lado, entradas em diagonal, enfim. Foi um treino mais voltado à movimentação ofensiva mesmo, para ampliarmos o repertório e termos mais alternativas quando a competição retornar”, destacou o comandante rubro-ver...

20/09/2020 / Ramon Cardoso