14/10/2017 / Ramon Cardoso

Economia

Amado por muitos e odiado por poucos, Horário de Verão começa à meia-noite

A noite mais curta do ano acontece nesta virada de sábado para domingo, quando tem início o Horário Brasileiro de Verão. À meia-noite, os relógios devem ser adiantados em uma hora nos Estados das Regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, além do Distrito Federal.
A medida foi utilizada pela primeira vez em 1931 e depois em outros anos, porém, sem regularidade. Adotada de forma permanente desde os anos 80, a meta sempre foi de buscar uma economia de energia, mas que não chega a ser tão expressiva ultimamente, o que fez o governo federal cogitar sua abolição neste ano.
Em 2008, ganhou caráter de medida permanente, passando a vigorar no terceiro domingo de outubro e se estendendo até o terceiro domingo de fevereiro, ou seja, ele encerra no dia 18 de fevereiro quando, à meia-noite, os relógios deverão ser atrasados em uma hora.
No município, o Parque dos Pinheiros (foto acima do Arquivo do Jornal Informante) vira um ponto de encontro dos farroupilhenses que apreciam o período. Serão 127 dias de vigência do Horário de Verão, o que corresponde a praticamente 35% do ano. Para a grande maioria, motivo de celebração.

 

Compartilhe

Veja Também:

Farroupilha perde 306 postos de trabalho formais em maio

Dados do Observatório do Trabalho da Universidade de Caxias do Sul (UCS) mostram que maio foi um péssimo mês para o mercado de trabalho em Farroupilha. O município registrou o encerramento de 652 empregos formais, que foram amenizados pelas 346 admissões. Mesmo assim, o saldo negativo é de 306 postos finalizados.
O número não chega a ser tão alto quanto abril, que contabilizou 856 demissões, mas contribuiu para um resultado ruim no mercado de trabalho farroupilhense, que totaliza um saldo negativo de 762 empregos encerrados apenas em 2020 e, no acumulado dos últimos 12 meses (junho de 2019 a maio de 2020), ...

06/07/2020 / Ramon Cardoso

Cresol Farroupilha entrega primeiro maquinário financiado pela cooperativa

Antes mesmo de inaugurar no município, a Cresol Farroupilha já mostra que estará ao lado da comunidade e, em especial, do Setor Primário. Ainda em maio, a cooperativa fez a entrega do primeiro maquinário financiado por meio da linha de crédito Pronaf Mais Alimento, neste que já é o segundo financiamento realizado pela agência.
O trator da marca Antônio Carraro, modelo Tigrone, foi realizada pelo cooperado Felix Bettoni, que trabalha com fruticultura (foto acima, de Divulgação/Cresol Farroupilha, com o agroempresário, o vendedor da Tramontini Máquinas, Luciano Wagner, e o gerente da carte...

05/06/2020 / Ramon Cardoso