18/07/2017 / Alana Bof

Cidade

Ação da prefeitura impede construção de moradia irregular, no Industrial

A prefeitura de Farroupilha, em parceira com a Ecofar e com a Polícia Militar, realizou na manhã desta terça uma ação para impedir a construção de uma moradia irregular no bairro Industrial. Veja na foto acima, da repórter Alana Bof. Segundo a Secretária do Desenvolvimento Social e Habitação, Maria da Glória Menegotto, quando a casa está em construção, a prefeitura pode intervir de maneira mais imediata.
No caso das moradias já consolidadas, é preciso entrar com um processo de reintegração de posse. Atualmente, mais de 200 famílias moram em área invadida na região. A casa de madeira que estava em construção foi desmontada, o que motivou indignação em alguns moradores da vizinhança. A farroupilhense Michele Maria Perin, que mora na área há cerca de dois anos, manifestou sentimento de revolta.
“Somos de classe baixa, não estamos aqui porque queremos, e sim porque precisamos, pra não deixar nossos filhos na rua. Tenho duas filhas, estou desempregada, procurando emprego há mais de um ano. Toda semana largo currículo nos lugares, mas não me chamam. Se eles se colocassem no nosso lugar não fariam isso. A casa estava sendo construída para a minha sobrinha”, relata. A secretária Maria da Glória afirma que a área pertence ao município e que deve ser usada para a construção de espaços públicos, como escolas, e não para moradia.
“Não aceitamos que isso continue acontecendo. Não podemos ser coniventes”, declara. Ela ainda afirma que a Secretaria está trabalhando em projetos habitacionais, mas ainda não há prazo para que eles sejam colocados em prática. Conforme a assessora de departamento da Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação, Renata Trubian, que acompanhou a ação realizada na manhã de terça, a madeira que estava sendo utilizada na construção da casa foi destinada ao banco de materiais do município. A família que estava construindo a moradia pode solicitar a devolução do material, via ação judicial.
Mais sobre a ação do Executivo você confere na Editoria de Cidade da Edição 495 que circula excepcionalmente nesta quinta, por conta da abertura da 22ª Festa Nacional do Kiwi (Fenakiwi). 

Compartilhe

Veja Também:

Chuva de pedra assusta e causa estragos pela cidade

A quente tarde de sábado fornecia os indícios necessários do que estava por vir. Uma forte chuva de pedra, de cerca de 5 minutos, com rajadas fortíssimas de vento, desabou sobre Farroupilha no final da tarde.
Em muitos locais da cidade, o chão ficou completamente coberto de gelo (veja na foto acima, de Valéria Vettorazzi/Jornal Informante), tão intenso foi o fenômeno, que logo se transformou em um temporal antes de cessar por completo.
Muitas casas tiveram seus telhados danificados, assim como veículos que estavam na rua, desprotegidos. O tamanho das pedras chamou a atenção e levou prejuízos t...

14/04/2019 / Ramon Cardoso

Maria de Lourdes Anselmi: a importância do exemplo dos pais

Homenageada pela bancada do Partido dos Trabalhadores (PT), pelo vereador Fabiano André Piccoli, a empresária Maria de Lourdes Anselmi, diretora da Malharia Anselmi, abriu os trabalhos da noite festiva em alusão ao Dia da Mulher Farroupilhense. A sua manifestação foi no sentido de ligar sua trajetória pregressa com a futura, falando dos pais e dos filhos.
“Os princípios, os valores que meus pais me ensinaram me trouxeram até aqui e eu procuro colocar isso em prática no dia a dia, sempre buscando o melhor para a empresa. Só tenho que agradecer aos colaboradores da Anselmi, minhas colegas do grupo das Volunt&...

19/03/2019 / Ramon Cardoso