21/11/2017 / Ramon Cardoso

Inside

A vitoriosa Poesia de Inês Terezinha Busetti

O Encontro de Arte e Tradição Gaúcha, o Enart, encerrou no último domingo, em Santa Cruz do Sul, e Farroupilha teve amplo destaque com conquistas individuais. Uma delas foi com Inês Terezinha Busetti (foto acima, de Monalisa Busetti). 
Representando o Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Rancho de Gaudérios, ela conquistou o 1º lugar na Poesia com "O Tempo e a Taipa: Flor de Liz" (veja abaixo). Mais sobre os premiados no Inside da Edição 513 do Jornal Informante, que circula na próxima sexta. 

O Tempo e a Taipa            
Flor de Liz

A manhã é fria e debulha o orvalho
Na flor mimosa, que ornamenta o campo,
E o vento Minuano soprando-lhe as folhas
Lançando seu perfume a cada recanto.
Ao longe o sol nascente lança fagulhas
Em cada colina adormecida e calma
E os meus olhos sonolentos e xucros
Embebem essa magia que afaga a alma.

Essas cores entre verdes e dourados
Tons caprichosamente tingidos pelo sol de inverno
Vão formando esse quadro: “tela campesina”
Tão perfeita obra do “pintor eterno”.
O divino pincel vai trançando rumos e sina
E nem a rude pedra foge dessa sorte,
A cada passo, lá está ela, serpenteando,
Formando taipas, cruzando de sul a norte.

Na velha porteira, à beira do caminho,
A velha taipa, qual muralha, quase ruína
Marcada pelo tempo, pelas intempéries,
Segue açoitada pelo sopro frio do minuano.
Suas pedras irregulares, roliças, escuras…
Trazem à mente o tempo de outrora,
Um tempo de magia, de calma, de rusgas,
Traçando limites que se vão campo afora.

Se reviverem esses tempos já passados
Ouvirão os cantos plangentes dos negros quebras
Ecoando no ar... lamentos ao vento…
Enquanto põem em seu lugar as pedras
E eles escravos de um tempo desigual
Vão alcançar taipas, mangueiras, muradas
Para durar eternamente demarcando, sinal
Limites de fazenda do patrão, campo e estradas.

Ah! Silenciosa e velha taipa!
Recordação do tropeiro tangendo a boiada…
Contando causos, cantando ou floreando gaita.
Tu és testemunha das pendengas do peão,
Dos entreveros, das tropeadas, das reses nas estradas,
Da lida do campeiro, dos pingos altaneiros
A desfilar garboso pela planície e canhadas,
Do amanhecer que alegra o pampa inteiro.

Quantas mãos calejadas, admiraram tuas formas,
E quanto suor, escorreu da pele escura
Do negro, que te erguia do chão,
Para formar esta muralha, que perdura.
Quantas luas se foram desde então…
Tu serviste de abrigo para o rebanho cansado,
Limite para o potro afoito e bardoso,
Pouso para o quero-quero tão alvoroçado.

Ao te ver agora taipa musguenta
Parece-me ouvir ao longe o ranger da carreta,
O canto dolente do índio vago, solito…
Que pelo pampa deixou seus “recuerdos”
Taipa velha, trilha marcada, serpenteando…
Traço que o vento não apagou,
Sinal de um tempo que se vai ao longe
Legado que o gaúcho no pampa deixou.

Não sei porque quando te contemplo
Meu peito se aperta como se “chinchado”,
Pelos braços envolventes da saudade.
E minha alma busca trazer versado
Esse sentimento, em singela frase,
Como se pudesse ver o tempo passado,
E meu olhar saudoso, mirando o infinito.

Compartilhe

Veja Também:

Caverna abre sessão extra para performance de Bruna Louise

Após esgotar os ingressos para o show “Desbocada”, de Bruna Louise, o Caverna Comedy Club abre uma sessão extra com a comediante, à 0h30min, na sequência da primeira performance, que ocorre às 22h. A humorista possui mais de 1 milhão de inscritos em seu canal no YouTube, que leva o mesmo nome do show. A expectativa de Bruna Louise é alta para a apresentação, agora em dose dupla, em Farroupilha.
“Meu humor é muito despojado e boca suja, por isso até o nome do meu show ser ‘Desbocada’. Estou bem ansiosa pra encontrar a galera de Farroupilha! A expectativa é sempre alta par...

08/02/2019 / Ramon Cardoso

Biamar: revista apresenta nova coleção em solo inglês

A Campanha Outono/Inverno 2019 da grife farroupilhense utilizou Londres (veja nas fotos de Eduardo Carneiro e Gil Wilkon, acima e abaixo) e cidades do interior da Inglaterra como cenários para a apresentação da nova coleção. A revista está no site institucional, no e-commerce, materiais para as mídias sociais, mídia externa e pontos de venda.
Locais emblemáticos da Capital britânica foram utilizados como pano de fundo para a apresentação das peças. Além disso, cada locação também integra o Editorial de Moda, que conta um pouco da sua história, estabelecendo a...

29/01/2019 / Ramon Cardoso